Lacrymosa – Julíana Daglio (Primeiras Impressões) 

Boa tarde gente,

Quero deixar aqui as minhas primeiras impressões do livro: Lacrymosa da querida Julíana Daglio.


Sinopse: O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para Para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição. Por cincos anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, ate ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite – um demônio dentro de uma garotinha. Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na policia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas. Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo – a Espada de Sal do Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra seu novo inimigo, mas também representa o ponto fraco de si mesma e o acesso ao passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.


Primeiras Impressões:

A história é contada a partir do ponto de vistas dos personagens, dando inicio ao relato da Valery que não é a Valery é uma moça de 16 anos que está saindo de casa, abandonando seus entes queridos para uma missão, cheia de mistério e suspense. Logo no início você percebe que a personagem está envolta de um suspense intenso e que não vai ser uma história como outra qualquer. Há um mistério na ambientação nos levando para um mundo fantástico dark. 


Após 5 anos Valery  se tornou uma detetive respeitada e cujo o trabalho é cercado de responsabilidade. Junto com Axel formam uma equipe eficaz. Na minha opinião é um romance aliado ao drama psicológico além de suspense/Terror. A premissa do livro me chamou a atenção e nas primeiras linhas fui entrando na história, logo já queria mais, pena tive me minhas mãos apenas as 32 páginas iniciais. Quero saber mais sobre os personagens Axel, Chas e Anastácia. Os mistérios e o exorcismo que vai nos levar a um patamar bem mais complexo.


O trabalho da Juliana está excelente, foi editado pela Agência Increasy. Estou convicta que Lacrymosa será um grande sucesso e espero com ansiedade o lançamento do livro.

Classificação das Primeiras Impressões: 5 estrelas!

Um abraço

Daniela Correa

Resenha: Diário de uma Escrava – Ro Mierling 

img_0625

Livro: Diário de Uma Escrava

Autor: Rô Mierling

Paginas: 240

Editora: Darksidebooks

Classificação: 5 Estrelas

Sinopse: Laura é uma menina sequestrada e jogada no fundo de um buraco por alguém que todos imaginavam ser um bom homem. Ela vê sua vida mudar da noite para o dia, e passa a descrever com detalhes sinistros e íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é homem casado, trabalhador, pai de família, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens, pois dentro de si uma voz afirma que é dele que elas precisam. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte. Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, DIÁRIO DE UMA ESCRAVA apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente corriqueiro no Brasil e em todo o mundo. Através de Laura, raptada ainda adolescente por um homem que ela chama de “Ogro”, a autora denuncia os diversos tipos de violência que muitas mulheres são obrigadas a suportar em silêncio e nas sombras da sociedade. O “Ogro”, um homem aparentemente comum, honesto e “acima de qualquer suspeita”, mantém Laura presa em uma casa afastada, onde abusa dela sexual e mentalmente, alegando ser ela o seu verdadeiro amor. Laura, compreensivelmente, só pensa em escapar dali. Mas agora ele parece estar mudando. Será que é o melhor momento mesmo para fugir?… Bem, isso você vai ter que ler para descobrir. Literatura Brasileira / Suspense e Mistério (Skoob)

Olá pessoal,

A história de Laura é contada em forma de um diário, ela relata sua vida num buraco dentro da terra no qual foi colocada por um homem (seu sequestrador) aos 14 anos, chamado por ela de “Ogro”, fazem 4 anos que ela é molestada, estrupada, literalmente escravizada por ele. Ela sofre todos os tipos de humilhações, abusos psicológicos e físicos de maneira abominável e cruel, que não somos capazes de imaginar.

As cenas descritas pela autora são de uma profundidade e tão fortes que causam sentimentos destestáveis durante a leitura. O suspense e terror estão presentes em boa parte do livro. 

No decorrer da leitura, somos levados a conhecer as vítimas do Estevão, um homem casado e bem visto na sua comunidade. Ele é um homem que vive sua vida sem nenhuma suspeita aparente. Laura é sua vítima mais durável, a maioria morreu em decorrência dos múltiplos abusos sofridos (esse homem é um demônio) foram desovadas sem nenhuma compaixão. Se você quer compaixão, amor e perdão, neste livro sinto te informar que você não encontrará!

Quando eu comprei o livro eu escolhi pela capa (linda por sinal). As edições da Darksidebooks são espetaculares, facilmente você se apaixona pela capa e sempre o conteúdo é uma surpresa.


Olha gente, eu não li nenhuma resenha antes, não uso o Wattpad, no entanto quando do lançamento me interessei pela sinopse e além do mais por ser de autoria nacional. Pronto, uni o útil ao agradável. Eu fui fisgada literalmente pela história, mais jamais iria imaginar um final tão assombroso.

Eu li o livro em uma tarde, cada vez mergulhando na história. Foi um misto de sentimentos e emoções que afloraram na minha alma. Eu simplesmente não conseguia parar de ler muitas coisas vieram na minha mente. Me fizeram refletir de tal forma que acho até difícil descrever isso aqui para vocês. O livro deixou sensações múltiplas e o que me deixou no chão literalmente.Por isso eu penso que todos deveriam ler para tirar suas próprias conclusões.


Foi meu primeiro contato com a autora e mesmo odiando o final foi surpreendente.  Enfim, de um modo geral gostei do livro e minha nota foi 5 estrelas pela surpresa e o modo como a leitura fluiu. Mesmo não gostando de alguns relatos com crianças, todavia não podemos fechar nossos nossos, infelizmente esses casos acontece muito mais do que imaginamos. É uma triste realidade mundial!

Agradeço a autora, Rô Mierling, pelo excelente trabalho!

Bom é isso, leiam o livro e tirem suas próprias conclusões, vale a pena sem dúvida! 

Um abraço

Daniela Correa

Resenha: Casa de Bonecas – Henrik Ibsen 

Livro: Casa de Bonecas

Autor: Henrik Ibsen

Paginas: 190

Editora: Nova Cultural

Sinopse: “Para salvar o marido, Nora mente e faz um empréstimo escondido, mas quando seu marido descobre, a repudia. Ela então,  ao ver sua posição inferior na sociedade, revolta-se e deixa marido e filhos.”

Olá pessoal,

A Casa de Bonecas é dividida em três atos, é um drama da vida de Nora e sua família. O autor nesta peça de teatro faz um questionamento sobre as convenções sociais   do casamento.

Toda a história é em torno de Nora e seu marido Helmer que a trata de uma maneira bem paternalista. Ela chega em casa com suas compras para o natal, ele conversa, chamando sua atenção sobre os gastos exagerados, ao mesmo tempo a mima. Chamando-a de “cotovia” “esquilo”, “minha menininha” Nora aceita a forma como Helmer de tratá-la como criança e age infantilmente e sem a mínima responsabilidade, sua preocupação é apenas de satisfazer as vontades do marido e se preparar para festa de natal.

Logo em seguida vão aparecendo alguns personagens como Cristina Linde, Dr. Hank ambos amigos do casal. Senhorita Linde fica com Nora na sala para uma conversa, no qual Nora compartilha de um segredo que fez para salvar o marido quando estava muito doente. Senhorita Linde diz que Nora agiu de forma degradante e infantil e que deveria contar toda a verdade para Helmer. Porém, Nora não concorda. Nora fica perplexa e assustada, com a possibilidade de o marido não a perdoar mais.

Após a saída de todos da Casa, Nora recebe em sua casa o Sr. Krogstad que está preste a perder o seu emprego e quer que Nora interceda por ele,  para isso cobra a dívida de Nora. Ele a ameaça prejudicar não somente Nora, como o marido também. E a história vai seguindo até a descoberta por Helmer que imediatamente repudia Nora.  Deixando-a triste, desconsolada, sem fé alguma no casamento. Exatamente, neste momento Nora cai em si e toma uma decisão imediata e que vai mudar totalmente sua vida e de toda sua família. É uma decisão libertadora. Quando ela sai de cena nos deixam totalmente embasbacados.

É a primeira vez que leio uma peça teatro. Gostei muito da leitura no qual me prendeu logo na primeira cena. A peça é surpreendente e o final arrebatador. Para os padrões da época foi um história trágica e complexa. Cada vez que leio um clássico sempre fico entusiasmada e fascinada, é incrível a maneira como me sinto em relação a leitura. Casa de Bonecas ganhou 5 estrelas!

Vale a pena, super recomendo!

Daniela Correa

Desafio de Leitura 12 meses de Poe

Olá gente!!!

Eu estou muito feliz esse ano, vim aqui rapidamente para contar sobre o Desafio de Leitura 12 meses de Poe, mas antes quero dizer como conheci esse renomado autor no qual tenho uma profunda admiração. 

image.jpg

Comecei com o pé direito, lendo uma das figuras mais espectaculares dos últimos tempos que é Edgar Allan Poe. Eu tive a belíssima oportunidade de conhecer seus contos numa viagem que fiz para Boston a 2 anos atrás.

Após o fato, comecei a procurar os contos traduzidos para o português.  Como sou muito determinada achei no Sebo do livro uma versão capa dura que na verdade não deveria nem estar sendo vendida, por fazer parte do Círculo do Livro, como as pessoas não se preocupam, infelizmente e nem fazem questão de ler,  foi vendida para mim por R$10,00. Tudo bem, então!

Enfim, é uma colentanea de Histórias Extraordinárias de Edgar Allan Poe. No qual, eu amei!

Olhem como a edição é linda numa capa de luxo Preta fazendo jus ao autor que tinha uma mente tão extraordinariamente obscura e inteligente. 

Ano passado no Halloween conheci um grupo que estava lendo Poe, na verdade é um desafio para fomentar Poe pelo Brasil Desafio de Leitura 12 meses de Poe e eu achei o máximo, porém não dava mais tempo para participar, já estávamos em novembro.

Mesmo assim, fiquei de olho vivo no Blog da Anna e no grupo do Facebook para saber se este ano haveria mais e para minha alegria o pessoal estava com gás para continuar com o desafio. E eu não pensei duas vezes!

O desafio deste ano é continuar lendo os Contos e os poemas (vou deixar aqui em baixo o cronograma se você também quiser participar,  ainda da tempo) o legal é que as meninas gentilmente traduziram e fizeram o material em PDF, excelente para até  aqueles que não tem a possibilidade de ter as obras de Poe, não desistirem da leitura:


Nós lemos “A queda da Casa de Usher” e o poema “O Palácio assombrado” vou fazer a resenha ainda essa semana, prometo.

Estamos discutindo no grupo: 12 meses de Poe e todas as explicações como participar estão aqui: Desafio de Leitura 12 Meses de Poe 2017

Estou muito feliz e animadíssima com as leituras!

Um grande abraço

Daniela Correa

Resenha: Tempo de Espalhar Pedras – Estevão Azevedo

img_0156

Características:
Livro: Tempo de Espalhar Pedras
Autor: Estevão Azevedo
Editora: Cosac Naify
Páginas: 288
Ano: 2014

Sinopse: Devoto de qualquer entidade que confirme sua predestinação, Silvério crê que irá encontrar a grande pedra, mesmo quando até as pequenas rarearam. Rodrigo, um dos filhos de Diogo, sente um desejo irresistível por Ximena, filha do maior desafeto de seu pai. Outro filho de Diogo, Joca, diz ter matado nos gerais o famigerado Rosário, e mantém uma amizade com um homem de vida pródiga e sem lastro que a justifique. Sancho, que largou o garimpo para servir ao coronel, vive amancebado com a índia que dorme em seu terreno e que só emite palavras incompreensíveis. Nas muitas serras ao redor do vilarejo, quando já não há solo que não tenha sido maculado por explosões e picaretas, os homens têm a fatal percepção: as únicas superfícies ainda intocadas e que podem esconder pedras preciosas são aquelas em que suas próprias casas estão erguidas. É nessa essa moldura que as diversas tramas do romance estão inseridas: a do vilarejo paulatinamente destruído por homens que, tomados pelo desespero e pela cobiça, buscam sob vielas e praças, sob salas, quartos, cozinhas e quintais suas últimas esperanças de sobrevivência ou fortuna. (Skoob)

Olá pessoal,

A primeira vez que ouvi falar sobre o livro “Tempo de Espalhar Pedras” estava assistindo à reportagem da coluna Literatura da Globo News no qual chamou a minha atenção, em especial a entrevista do autor Estevão Azevedo. Com seu jeito calmo contava a história de Rodrigo e Ximena dois personagens singulares diante de uma cidade devastada pelo garimpo, vivenciando um romance baseado em Romeu e Julieta, num cenário apocalíptico, a reinveção de uma Verona devastada, entrando em extinção pela seca e a escavação devastadora de homens desesperados por diamantes.

A história é contada na terceira pessoa e com uma maestria impressionante. A forma como as palavras são poeticamente colocadas, a linguagem vai se revelando de uma maneira excepcional. Impossível ler, nós leitores, não se conectar a história. Cada capítulo é reservado a um personagem que vai se revelando a medida que vamos lendo. 

É uma terra comandada por um coronel que vai se beneficiando do trabalho dos homens que garimpam para encontrar diamantes que já não existem mais. Eles vão buscando maneiras para sobreviver e em meio ao sofrimento e a desilusão. Joca, Silvério, Bezerra, Diogo, Vitória, Rodrigo e Ximena vão sendo prescrutados, desenrolando suas artimanhas, seus anseios e suas desilusões, descritas de uma forma apaixonante. Em meio às garimpagens surge o amor de Ximena e Rodrigo, de famílias inimigas, que lutam entre o desejo e ódio. O desenrolar dos acontecimentos é que faz da história um diferencial, eu me surpreendi com a leitura especialmente com o final que foi o ponto forte, interessantíssimo, por sinal. 

“Dali em diante, não havia decisão tão relevante a tomar, e a sensação de que aquele ato traçará uma linha que não admitia bifurcações tranquilizou-o.”

Tempo de Espalhar Pedras entrou para a minha lista de melhores livros lidos do ano. E olha que o ano apenas começou.

Eu amei de coração a escrita de Estevão Azevedo. Quando eu me deparei com as críticas sobre o livro, uma delas dizia que foi escrito com maestria, eu pensei que poderia ter alguma opinião contrária, e não, foi surpreendentemente extraordinário. 

Bom, o livro sem dúvida é incrível e faz jus a crítica literária. 

Minha Avaliação: 🌟🌟🌟🌟🌟 

Super recomendo a leitura! 

Daniela Corrêa 

Resenha: Quilômetros da Saudade – Angelica Pina 

img_0161
Quilômetros de Saudade

Autor: Angelica Pina

Editora: Giostri

Ano: 2014

Páginas: 166

Classificação: 🌟🌟🌟🌟

Sinopse: “Daniela é uma jovem mineira que, durante uma viagem de férias a Natal, conhece Fernando. Os dois se entendem muito bem e iniciam uma amizade virtual, que não evolui porque, além da distância a separá-los, existe Jorge, o belo e atraente namorado da moça, por quem é apaixonada e que detém sua total lealdade. Fernando passa por um momento delicado após o fim de um relacionamento, por isso mesmo não representou durante a viagem nenhuma ameaça ao namoro de Daniela. Aproximando-se cada vez mais de Fernando, e após sofrer uma decepção com Jorge, Daniela um dia se vê apaixonada pelo amigo, mas sem coragem de se declarar e pensando sempre na questão da distância entre Minas Gerais e o Rio Grande do Norte, que os atrapalharia no caso de desejarem viver algo juntos e foi o estopim para o fim do namoro anterior dele. Até que ponto a distância geográfica realmente impede a plenitude de um sentimento?Uma história sobre amor, decepção, redescoberta da felicidade e sobre como o conceito de distância tem diversos significados.”

Gente, boa noite!

Voltei!

Hoje vim aqui para falar um pouco do livro Quilômetros da Saudade que sinceramente gostei bastante da história. Quilômetros da Saudade é um romance gostoso, leve e com uma história de amor tão linda. Eu adorei os personagens Daniela e Fernando, apesar de no início achar a Dani tão fraquinha, no entanto ela foi sendo transformada ao longo da história. Aos poucos eu fui sendo conquistada, li em um dia.

A Angelica Pina conquistou meu coração, com sua escrita suave e que várias vezes fez meu coração transbordar de amor pelos seus personagens. Fora que a mensagem de amor e amizade deixada fortalece a história. A escrita é na primeira pessoa, com a Dani contando sua história.

Gostei muito leitura e fico super feliz em ser surpreendia por mais um autor nacional escrevendo bons romances.

Daniela Corrêa

#resenhadadanne #vidadeleitor #bookish #booktourdocal #livros #livros #fortheloveofbooks #leionacional #quilomentrosdasaudade #angelicapina

Resenha: O Penhasco – Carine Raposo

Livro: O Penhasco

Autor: Carine Raposo

Editora: Cadmo

Paginas: 304

Sinopse: “Liza pensou que a viagem a Los Angeles seria apenas a celebração do seu aniversário. Nunca imaginou acordar no meio da noite em um Penhasco, com um homem misterioso que parecia se mover como o vento, cujos olhos hipnotizantes destacavam-se na escuridão. Tudo no estranho gritava perigo. E tudo em Liza dizia que valeria a pena se arriscar. Esse encontro traria algo inesperado. Ainda assim, o lugar alto, o som do oceano e a árvore pareciam um sonho, e ele, fruto da sua imaginação. Até que ela acordou e o viu. Ele se espreitava no breu, no canto do quarto daquele hotel. Tentou chamá-lo, mas ele desapareceu. Somente quando o sol entrou pelas cortinas, Liza se deu conta: a cama de seus pais estava vazia.”

Olá pessoal,

A história de Liza é completamente cheia de mistérios e suspese, se inicia com a presença de alguém sempre a observando “O homem do Penhasco”. Mesmo sem saber quem era exatamente, se sentia segura. Aos 21 anos sua vida teve uma reviravolta com o sumiço de seus pais. Após procurá-los por 4 meses, viu sua vida mudar ao ter que assumir a responsabilidade de um lar e cuidar de sua irmã mais nova com 16 anos. Procurou por seus pais por vários meses sem ter nenhuma notícia. Foi obrigada a sair de Los Angeles para morar com os amigos Ben e Amanda, em Winterhill, uma pequena cidade ao norte dos Estados Unidos, onde realmente sua vida começa tomar novos rumos.

Eu queria congelar o tempo. Queria desligar o cronômetro na minha cabeça, mas havia um sinal de alerta, piscando feito um leiteiro luminoso.

O misterioso Homem do Penhasco se chama Nathaniel um meio Anjo que se apaixonou perdidamente por Liza, sua vida é guardar a vida de Liza desde o seu nascimento. Ele a leva para o Penhasco sempre em sonhos. Liza descobre que sua alma está interligada a de Nathaniel de alguma forma mágica. É encantador o sentimento que um sente pelo outro, uma urgência e devoção extraordinária. 

E ambos vivem momentos juntos maravilhosos e dignos de um conto de fadas. O amor de Liza e Nathaniel é forte. No entanto, nada é tão perfeito como parece ser,  juntos eles vão desvendando os mistérios, as sombras e o vazio que rondam a vida de cada um. Eles têm que lutar contra forças muito maiores que jamais imaginaram para que o amor e a vida sejam preservados. E o tempo é o também o pior desafio além do que está no oculto. 

Todos os personagens que aparecem na história são peças chaves do quebra-cabeça conforme você vai lendo, as peças soltas vão se encaixando, se unido formando uma história dramática e cheia de segredos e mistérios que vão se desvendando…

A Liza às vezes me matava de raiva com sua bondade, porém quando chegou no final fui percebendo que até a inocência e a sensibilidade dela era preciosa peça chave para a sobrevivência e o que ainda estava por vir.  Como é uma trilogia o final foi arrebatador e me deu mais vontade de saber como seria o futuro de cada personagem envolvido no evento final: Raquel, Liza, Nathaniel, Ethan, o Vazio, a sombra, Delegado Machado, Anthony, Stefhany e a Virtude. O relacionamento do Ben e Amada é um caso à parte e é justamente aquela quebra da tensão da trama. 

Eu fiquei sem palavras com a leitura, como a Carine Raposo escreve bem e com uma harmonia surpreendente. Ela não deixou nenhum personagem solto, apenas me deixou com algumas interrogações finais, que eu acho até compreensivo, pois nós temos o Spin-off e o livro 2: O Tempo para desvendar os segredos que ainda estão ocultos na história de cada um. 

Preciso urgentemente arrumar um espaço na minha agenda para dar continuidade na leitura. O fato é que EU ADOREI! Sabe, aquela história que tem uma mistura de fantasia, suspense e romance maravilhoso? É bem isso. A ambientação do Penhasco é encantadora. Sinceramente, me surpreendeu não esperava acabar “o Penhasco” com tanta sede assim, não!

Super recomendo!

Daniela Correa