Resenha: Anne de Green Gables – L.M.Montgomery

  
Caracteristicas:

Livro: Anne de Green Gables

Autor: L.M.Montgomery

Páginas: 236

Editora: Pedrazul Editora

Classificação: 5 estrelas

Sinopse: Anne de Green Gables – Tudo parecia confortável demais na vida dos irmãos Matthew e Marilla Cuthbert, mas o coração de Matthew começou a dar sinais de que a idade lhe havia chegado. Decidiram, não antes sem muita ponderação, adotar um menino, de uns onze anos, para que pudesse receber educação apropriada e ser o ajudante de Matthew. Mas, a mão da Providência já havia agido na vida deles, e através de um erro de comunicação, uma menina ruiva, tagarela e sardenta ocupou o lugar do menino. Anne, assim que chegou a Green Gables, fica sabendo do engano, mas com sua imaginação fértil e conversa afiada, já havia conquistado o coração de Matthew. E assim começa a história de suas aventuras fascinantes, com sua “amiga do peito” Diana, e sua competição com o inteligente e perspicaz Gilbert Blyhte. À medida que Anne foi aceita em Green Gables, ela conquista também a admiração de toda a cidade de Avonlea e o encanto do seu mundo de sonho e imaginação se espalha e vai contagiar você também. ( Skoob )

Olá pessoal,

Como vocês sabem eu amo literatura clássica, Anne de Green Gables estava na minha lista de leituras para este ano. E fico extremamente feliz por ter escolhido este livro pela beleza e alegria que ele me proporcionou no decorrer da leitura.

Na Ilha de Prince Edward moram na fazenda chamada Green Gables Matthew e Marilla Cuthbert eles decidem adotar um menino de 11 anos de idade para ajudar Matthew nos trabalhos da fazenda. Ocorre que ao chegar na estação Matthew encontra Anne Shirley uma garota ruiva, contagiante, a sua vida é contada com tanta leveza e alegria que não tem como você se encantar com a sua história, seus sonhos e sua singularidade. E assim Matthew se encantou à primeira vista pela menina.

Oh, estou tão feliz. Eu sei que o senhor e eu vamos nos dar muito bem. É um alívio falar quando se deseja, e não ter de ouvir alguém dizer que as crianças deveriam ser vistas, não ouvidas. Já me disseram isso um milhão de vezes. E as pessoas riem de mim porque utilizo palavras grandes. Mas se a pessoa tem grandes ideias, tem de usar grandes palavras para expressá-las, não tem?

Ao chegar na fazenda Matthew não consegue explicar o motivo de ter trazido uma menina ao  invés de um menino e Marilla não pode acreditar no que vê e quer entender o que houve e para isso tem que esperar até o outro dia, o que Marilla não esperava era que Anne Shirley tocaria seu coração ao contar sobre sua história. E assim inicia a história de Anne que vai nos conquistando a medida que vai vivenciando sua vida em Green Gables. E que menina sapeca, inteligente, sonhadora, com uma imaginação tocante, maravilhosa e  forte. (Sim, terço vários elogios para essa encantadora e irreverente órfã que me fez sorrir e dar boas gargalhadas)

Todas estas arrebatadoras viagens de exploração eram feitas na rara meia hora em que lhe era permitido brincar, e Anne ensurdecia a Matthew e Marilla com suas descobertas. Não que Matthew reclamasse, ele certamente escutava tudo isso com um mudo sorriso de apreciação no rosto. Marilla permitia a “tagarelice” até perceber que ela própria se tornava interessada demais no assunto. (Pág 50) 

Anne amou Green Gables, nós leitores podemos ver conforme a leitura vai desenvolvendo, se torna amiga de Dianna e rapidamente toda a cidade já a conhece e de uma órfã estranha, Anne vai tomando seu lugar. Com muita astúcia e imaginação espetacular, Anne vai para a escola e se torna uma das melhores alunas. Como eu gostaria de ter uma imaginação assim, minha vida teria sido bem mais “romântica”. 

Eu me apaixonei pela intensidade de emoções que a história pouco a pouco foi me conquistando,  com certeza vai deixando o leitor completamente extasiado. 

Gente, fora que está edição da Editora Pedrazul está lindíssima, não me canso de tecer elogios pelo trabalho exímio e único de publicação. 

  

Como não se apaixonar? 

Eu recomendo a leitura de Anne Green Gables um clássico canadense que foi lançado em 1908, foi traduzido para 38 idiomas, tendo se tornado um dos maiores best-sellers no Japão e Estados Unidos. E se tornou um dos meus preferidos. ❤️😊

Eu li para o I DARE YOU 

Um abraço 

Daniela Correa 

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: Anne de Green Gables – L.M.Montgomery

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s