Pensamentos da Danne: Dia das Mães 

Oi Gente,

Como vocês estão? Esses dias estava sumida do blog, estava com alguns problemas de saúde. Agora, graças a Deus está tudo bem. Ai, credo, acho que a gente vai envelhecendo e a saúde vai ficando meio pra lá e meio pra cá. Hahaha!

Quero contar para vocês como foi meu dia de hoje…

Primeiro quero desejar um feliz dia das mães para vocês que são mamães e me segue, espero que o dia de vocês tenham sido tão bom e surpreendente quanto o meu.

Eu ganhei duas coisas que eu tenho verdadeira paixão que são livros e flores. Já posto uma foto, aqueles que me acompanham pelo Instagram já viram os mimos, desde ontem tenho postado fotos.  


O dia das mães para mim é um dia bem diferente, porque não tenho mais mãe, minha querida se foi a quatro anos atrás deixando um vazio no meu coração. Então, para mim o dia das mães é só meu… Tenho três filhos lindos duas de sangue e um de coração e eles fazem desse dia, um dia extraodinário de modo que não venha a me entristecer. E para falar a verdade eu sou grata a Deus por tudo e em especial pelos filhos que são uma dádiva na vida de uma mãe.

Na nossa caminhada como mãe, temos que tomar algumas decisões que vão mudar para o resto das nossas vidas. Eu não sou velha, acho que sou nova até demais. Mas, penso como uma vovó, na minha humilde opinião ser mãe é se abdicar do seu eu em prol do filho. É se aventurar nas páginas da vida de seu filho e se tornar coadjuvante. Ser mãe é fazer de tudo para prover o melhor para seu filho.

Ainda sou daquelas mães que põem a mesa e espera todos se sentarem e servirem para me servir. Sou aquela que vigia noite do filho doente. Sou aquela que procuro estar antenada nos diversos assuntos para ter uma boa conversa com seu filho. Sou ouvinte e amiga nas horas que cabem. Apesar de tudo isso ainda assisto séries e filmes para comentar e me envolver no mundo de cada um deles. Sou perfeita? Não, tenho inúmeros defeitos, porém o meu amor por eles, excede ao amor incondicional.

 
Filhos deixam a mãe louca quando estão doentes, deixa a mãe doente quando estão longe e deixa a mãe triste quando se vão. Ainda sou daquelas que demora a crer que um dia vão embora… Aff. Foi duro acreditar quando minha filha mais velha foi seguir seu caminho, fazer sua história acontecer ao lado do marido e para onde? Para um lugar bem distante: USA. Como meu coração ficou? Imagina? Em frangalhos, minha pressão até aumentou. Adiantou sofrer? Não.

Aqui estou no dia das mães recebendo seu presente e suas homenagens! E com os outros como vai ser? Menos desastroso, menos sofrido, menos triste e menos dramático. Mãe é isso, a rainha da dramaticidade. A mãe tem uma maneira de ser: ela é de tudo um pouco, mil e uma utilidades.

 
Olha, mas por outro lado vejo que crescemos não em estatura, mas no coração, mãe tem um coração do tamanho do mundo. E conforme os anos passam ficamos mais serenas e mais sábias. Porque tudo nessa vida passa… E a alegria transborda! Ser mãe é verdadeiramente uma dádiva!

Um abraço

Daniela Correa
 

Anúncios

2 comentários sobre “Pensamentos da Danne: Dia das Mães 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s