Resenha: Garota Exemplar – Gillian Flynn 

 

Características:

Livro: Garota Exemplar

Autor: Gillian Flynn

Páginas:  448

Editora: Intrínseca

ISBN: 978-85-8057-605-4

Sinopse: Amy Dunne desapareceu no dia de seu quinto aniversário de casamento, seu marido, Nick, encontra a casa revirada e nem sinal da esposa. Tudo indica se tratar de um sequestro, e Nick imediatamente chama a polícia, mas logo as suspeitas recaem sobre ele. Exibindo uma estranha calma e contando uma história bem diferente da relatada por Amy em seu diário, Nick parece cada dia mais culpado, embora continue a alegar inocência. À medida que as investigações se desenrolam, porém, fica claro que a verdade não é o forte do casal. Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Garota Exemplar – um thriller que conquistou público e crítica e se tornou um best-seller mundial – traça o retrato cruel de como mentiras podem construir um relacionamento. E também destruí-lo.

Olá pessoal,
Quero iniciar essa resenha com uma confissão, eu tive dois livros na minha vida que me fizeram demorar na leitura, um foi Crime e Castigo um livro super difícil de ler, porém com um final surpreendente. E agora Garota Exemplar. Gente, que leitura massante, não rendeu como eu esperava. E olha que sou super fã de livros de suspense, mas infelizmente não consegui ativar o meu time. Eu escolhi o livro para o Desafio Literário Skoob 2015 que no mês de abril o tema era mentira e falsidade. Caramba, eu estava com tanta expectativa no livro, porém fui dia após dia me desiludindo com a leitura. Não que seja um livro ruim, não, longe disso.

A narrativa da história tem algumas frases impactantes, a transmissão de emoções e pensamentos dos personagens são os pontos favoráreis da leitura e vários momentos você sente que faz parte dela como se fosse um dos personagens. É como se você vivesse e pensasse como Nick e Amy. Essa experiência, de fato, me agradou demais na leitura.

Eu não havia parado para pensar nisso. Simplesmente supus que poderia embrulhar minha esposa nova-iorquino, com seus interesses nova-iorquinos, seu orgulho nova-iorquino, afastá-la de seus pais nova-iorquino – deixar para trás a frenética e excitante terra do futuro que é Manhattan – e transplantá-la para uma cidadezinha junto ao rio no Missouri, e tudo ficaria bem. 

A autora utilizou da narrativa em que cada personagem conta sua história, ou seja, Nick e Amy contam sua versão dos fatos em capítulos e que são divididos em três partes. A primeira parte Amy escreve sua versão como num diário, contando sua vida com Nick e destacando as imperfeições do marido. Mostrando um Nick agressivo e imperfeito. Nick por sua vez conta sua vida com Amy, as mudanças ocorridas em sua vida e os acontecimentos após o desaparecimento da esposa. A segunda parte, já mostra uma Amy totalmente diferente da Amy do diário e a sua vida após seu desaparecimento. Enquanto, Nick está a margem de um julgamento onde todas as pistas do desaparecimento de sua esposa o incriminam.

O plano dela se tornara redução imediata para simular seu desaparecimento e incriminar você de ter cometido um assassinato. Soava menos insano.

Nick já não está tão convicto que sua esposa esteja morta ou desaparecida. E tudo não passa de uma armação de Amy para se vingar dele. A terceira e última parte do livro traz revelações surpreendentes a respeito do casal e um final arrebatador.

Então, ele pode escolher me amar de verdade do modo como um dia amou, ou eu o colocarei de joelhos e farei dele o homem com quem me casei. Estou farta de lidar com as babaquices dele.

A história de Nick e Amy é bem ardilosa. A rede de mentiras sustentadas por eles, deixou meu coração pesado e em muitos momentos da leitura quis deixá-la, talvez por não estar num momento para os excessos sombrios dos personagens, uma hora você odeia a Amy e outras você sente uma certa aspereza por Nick.

Na verdade as relações humanas decorrida pela autora te leva à entender os motivos reais que levam um e o outro a tomar certas atitudes de uma maneira tão sórdida, por mais que sinta vontade de parar, você também é levado a continuar. Quem é o verdadeiro vilão da história? Será possível você mudar o outro para que cumpra todas as suas vontades? Eu fiquei perplexa com o final, posso até dizer, descontente, não era o que esperava.

Olha pessoal, acredito que é a primeira vez que fiz uma resenha tão complexa, meu intuito não é desmotivar a leitura, mesmo porque cada um tem sua visão sobre o livro, e não sou eu que vou desmerece-lo aqui, é uma das histórias mais brilhantes dos últimos tempos.  Por esse motivo, leiam e tirem suas próprias conclusões.

Um grande abraço

Daniela Correa

Anúncios

10 comentários sobre “Resenha: Garota Exemplar – Gillian Flynn 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s