Maratona Literária: #EuTôDeFérias – Resenhas

Bom dia,

image

Como todos sabem estou participando da Maratona Literária #EuTôDeFérias. Tempo esse em que tiramos para ler os livros que estão guardados na estante esperando para serem lidos.

Eu simplesmente amo participar das maratonas literárias, não somente pela leitura no curto espaço de tempo, mas também por causa da diversão que é. E você tem a oportunidade de conhecer várias pessoas e trocar figurinhas à respeito dos livros lidos.

A Maratona foi dividida em dois meses, na primeira etapa que vai de 05 a 20 de dezembro de 2014, tivemos que ler 5 livros, eu escolhi os seguintes livros:

IMG_0370

1. Primeiro livro escolhido foi 12 Anos de Escravidão:

117838413_1GG

Sinopse: A extraordinária história do violinista Solomon Northup, um negro livre que foi sequestrado e vendido como escravo. Por doze anos ele trabalhou em diversas fazendas na Louisiana até ser libertado em uma batalha judicial. “Doze anos de Escravidão” narra a história real de Solomon Northup, negro americano nascido livre que, por conta de uma proposta de emprego, abandona a segurança do Norte e acaba sendo sequestrado e vendido como escravo. Durante os doze anos que se seguiram ele foi submetido a trabalhos forçados em diversas fazendas na Louisiana. Este relato autobiográfico, publicado depois da libertação de Northup, em 1853, logo se tornou um best-seller, e hoje é reconhecido como a melhor narrativa sobre um dos períodos mais nebulosos da história dos Estados Unidos. Verdadeiro elogio à liberdade, esta obra apresenta o olhar raro de um homem que viveu na pele os horrores da escravidão.

Fiquei muito impactada com o livro e todo o seu conteúdo. O livro é uma narrativa da vivência que Solomon Northup durante seus 12 anos como escravo. Ele era um negro nascido livre e que foi enganado por dois homens que o levaram à Washington, local onde foi vendido como escravo. Verdadeiramente, é uma uma história tão importante como o diário de Anne Frank, pela riqueza de detalhes da época da escravatura nos Estados Unidos da América. Um ótimo livro, para quem assistiu o filme e se emocionou, posso afirmar com clareza que a leitura vai muito mais aquém das poucas horas de filme. Eu chorei, fiquei extremamente tocada e emocionada em vários momentos. 
2. O segundo livro escolhido foi:
images
Problemas, Presença de Deus e Oração
Dr. Mike Wells
Sinopse: Dr. Mike Wells foi fundador e diretor do ministério Abiding Life Ministries International, presente em mais de 150 países e cooperando com cerca de 80 denominações cristão em todo o mundo. Desde 2000, no Brasil, esse ministério é chamado de Vida Plena! Seus problemas pessoais têm lhe tirado a alegria de sentir a presença de Deus?
A Oração tem perdido aquela vitalidade e o poder sobrenatural de antes? As dificuldades e tristezas parecem maiores do que o cuidado e a intervenção do Senhor em sua vida? Esse livro pode lhe ajudar! Cristãos enfrentam problemas tanto quanto qualquer outra pessoa. Deus não coloca sobre os cristãos uma redoma especial que os livra dos problemas existenciais, doenças, dificuldades financeiras, crises matrimoniais, frustrações, desapontamentos com amigos e parentes, solidão e tantas outras aflições. Nesse livro você pode renovar sua alegria e andar bem perto de Deus, “a comunhão íntima com o Senhor é a solução para todos os traumas e sofrimentos.” afirma, Mike através de um ensino teológico consistente e estruturado na Bíblia.
A escolha desse livro foi algo bastante pessoal. Nos dias de hoje é muito comum vivermos uma corrida implacável pela nossas vidas e conquistar tudo o que almejamos e nos esquecemos de alimentar a alma. E por ter passado por momentos muito dificiéis ao longo deste ano. Me vi tentada a ler um livro que me ajudasse a olhar para cima. Os problemas que passamos muitas vezes nós como cristãos guardamos numa redoma e procuramos passar por cimas deles como algo natural. E não é bem assim, há problemas que nos prendem e nos aprisionam e muitas vezes ficamos à mercê de um desanimo meio que auto-destrutivo. E para mim, foi fundamental a sua leitura. O Dr. Mike tem um dom de escrever aquilo que realmente estamos passando e nos leva à uma comunhão com Deus de forma que deixamos de olhar para o problema em si, e olharmos para Deus de uma forma amável. Adorei a leitura, me fortaleceu e me levou para mais perto de Deus.
3. Terceiro livro escolhido:
images-1
Sinopse:Pat Peoples, um ex-professor de história na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um ‘tempo separados’. Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, sua esposa negando-se a aceitar revê-lo e seus amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora um viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. À medida que seu passado aos poucos ressurge em sua memória, Pat começa a entender que ‘é melhor ser gentil que ter razão’ e faz dessa convicção sua meta. Tendo a seu lado o excêntrico (mas competente) psiquiatra Dr. Patel e Tiffany, a irmã viúva de seu melhor amigo, Pat descobrirá que nem todos os finais são felizes, mas que sempre vale a pena tentar mais uma vez.
Um livro comovente sobre um homem que acredita na felicidade, no amor e na esperança.
Vamos lá, eu quando postei que iria ler “O Lado Bom da Vida” recebi algumas críticas sobre essa leitura, por incrível que pareça apesar de ler bastante, não sou nenhuma especialista em leitura ou crítica de cinema. Porém, ainda sou daquelas que acredita que o livro possa ser melhor que o filme. Não tem como colocar todo o conteúdo do livro em poucas horas de filme, por isso a palavra usada: adaptação do livro para o cinema. Certo?
O livro é uma narrativa de Pat Peoples, como num diário sobre sua vida após a saída do hospital psiquiátrico, o lugar ruim. Ele conta sem cronologia seu dia a dia após sua saída. Ele acredita no lado bom da vida. E como sua vida poderia ser melhor quando passasse o tempo separado com Nikki. Nessa sua busca para refazer sua vida e reconquistar a mulher que ama, ele conhece Tiffany, uma mulher envolvente e que se torna sua melhor amiga. Eu gostei muito da leitura, além de mostrar o lado psíquico de Pat, suas emoções e todos os pensamento que o assombram, sua percepção e motivação de dar à volta por cima, é verdadeiramente comovente e extraordinária. Fato, que não conseguimos ver na adaptação para o cinema. Vale a pena, de verdade ler o livro e conhecer um pouco mais à fundo sobre a vida de Pat e sua busca pelo amor e a esperança.
4. Quarto Livro escolhido:
images-2
Sinopse: Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida.
Esse livro se tornou meu queridinho… Eu ganhei da minha amiga oculta Gli Freire e que presente maravilhoso. Uma leitura que fiz em um dia e meio. Um romance bem inglês e com todos os costumes da época. Simon Basset e Daphne são apaixonantes. Julia Quinn consegue nos prender e emocionar à medida que o romance vai se enlaçando e a história se desenvolvendo. Fora que tem aquele acontecimento marcante que não encontramos em nenhum livro de Jane Austen. Um livro surpreendente e emocionante do início ao final. Vale a pena conferir e se deliciar com esse romance de época e moderno.
5. Quinto livro escolhido:
p40076
Sinopse: E, porque vós sois filhos, enviou Deus ao nosso coração o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai!Gálatas 4:6 Você consegue lembrar de algum momento da vida dissociado de sensações como a culpa, o desgosto, a ansiedade ou o tédio? Talvez tenha algumas recordações da infância ou da juventude. Mas onde foram parar a paixão, a esperança, o vigor e a alegria daqueles tempos? Por que parecem tão inatingíveis hoje em dia? Se essas questões o incomodam, saiba que há muita gente no mundo tentando encontrar as mesmas respostas – gente que perdeu a doçura, a noção da riqueza dos gestos simples, a medida da amizade, a sensação de conforto proporcionada pela certeza do Deus que participa de nosso dia-a-dia. O “Papai” Aba, ao qual Jesus rogou no Calvário, está pronto para nos ajudar a deixar a vaidade de nossos zelos que, por maiores que sejam, jamais serão suficientes. Esta é a mensagem de O impostor que vivem em mim, mais uma obra de Brennan Manning que aMundo Cristão oferece em língua portuguesa. Neste livro, o autor de O evangelho maltrapilho reflete simultaneamente sobre a dupla condição da vida humana: frágil e dependente do Criador, mas ao mesmo tempo valorizada e querida por aquele que a gerou. A graça, referência única e suficiente, é o eixo sobre o qual Manning estabelece esta reflexão apaixonante, que conduz a um estado de êxtase e prostração jubilosa. Deus nos ama como somos, e quer estabelecer uma relação íntima com aqueles que se despojam do ego impostor e clamam: “Aba, Pai!” “Brennan é meu amigo e caminha à minha frente na trilha que leva ao lar. Conforme o vejo, maior é meu desejo de continuar e experimentar o amor de Deus como filho de Aba. Obrigado, Brennan.”Larry CrabbBrennan Manning faz um excelente trabalho em soprar a poeira da teologia gasta e permitir que a graça faça o que apenas a graça de Deus pode fazer: ser admirável. “Max LucadoSobre o autor: Um dos aspectos mais interessantes sobre a trajetória ministerial de Brennan Manning é o trânsito entre a academia e as favelas, a universidade e as vilas, povoados e cortiços. Pensador brilhante, especialista em Escrituras e Liturgia, foi entre as populações carentes dos Estados Unidos e da Europa que encontrou o caminho para colocar em prática o tipo de cristianismo com o qual se comprometera desde o início de sua vocação: o da compaixão e serviço abnegado. Com a fé reafirmada, Brennan Manning retornou aos Estados Unidos, fixando-se inicialmente no Alabama, onde tentou organizar uma comunidade nos mesmos moldes da Igreja primitiva. Voltou ao campus no fim dos anos 1970 e, depois de enfrentar uma crise pessoal, começou a escrever e ministrar palestras, atividades que mantém até hoje, sempre com o objetivo de comunicar o amor incondicional de Deus em Jesus.
Outro livro que estava a séculos na minha estante de livros e há muito tempo que gostaria de ler. Aproveitei esse momento da maratona para por em dia os livros cristãos que jå tinha. E para minha surpresa, gostei muito da leitura deste livro em especial. Quem não atravessa por crises existenciais nesta vida? Eu por exemplo estou saíndo de uma profunda crise, depressão e que me afastou de Deus por longos meses. Nesse meio tempo, convivi com uma pessoa que não conhecia ou se conhecia nunca tive tempo para olhar para ela mais de perto: eu. Vivi momentos de profunda escuridão no meu íntimo. E essa leitura do “O Impostor que vive em Mim” abriu meus olhos para o meu verdadeiro eu, e como ele tenta a todo momento me defraudar e me afastar das promessas de Deus para à minha vida.
Você percebe o quanto a vaidade e a carência afetiva te impede de viver uma vida plena e liberta em Cristo Jesus. Louvo a Deus por essa leitura, fui impulsionada para olhar mais especificamente para Deus e deixar as velhas farsas do impostor que vive dentro de mim para fora da minha vida. Um trabalho constante de dia após dia, de esperança e vivência no amor de Deus. Excelente livro para se ler nas férias.


Um grande abraço

Daniela Corrêa


Anúncios

2 comentários sobre “Maratona Literária: #EuTôDeFérias – Resenhas

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s